Licenciamento, multas e IPVA atrasado: como ficar em dia parcelando os débitos veiculares pela internet?

A Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo notificou proprietários de 364.155 veículos que apresentam débitos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Os débitos são referentes ao exercício de 2019 de veículos com finais de placa 1 e 2 e também de remanescentes dos exercícios de 2014 a 2018. A relação foi publicada no Diário Oficial do Estado e os valores ultrapassam os R$ 404 milhões de reais gerando grande prejuízo para os cofres públicos.

Em geral isso acontece porque nem todo cidadão tem o dinheiro à vista para quitar o imposto e o que poucas pessoas sabem é que existem alternativas para quem não tem o valor inteiro em mãos, que é o parcelamento no cartão de crédito.

A boa notícia é que agora é possível fazer também pela internet, com transações tão seguras e convenientes quanto as realizadas nos escritórios de despachantes, mas é preciso ficar atento se o site escolhido é credenciado pelo DENATRAN e DETRAN através de portaria divulgada no Diário Oficial. A grande diferença é que fazendo o parcelamento com as empresas credenciadas os débitos são quitados no mesmo dia da aprovação e os encargos cobrados são menores.

Além do credenciamento, outro ponto de atenção é a consulta dos débitos, que deve ser realizada sempre pelo RENAVAM do veículo, disponível no CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, assim como nos sites do DETRAN ou SEFAZ. Alguns sites fazem a consulta pela PLACA, porém isso é um risco e expõe os proprietários de veículos que não querem ter o seus nomes e valores de débitos divulgados para o público em geral.

Essas dicas são importantes para aproveitar a oportunidade do parcelamento online e ficar com o documento do veículo em dia, evitando multas e possível apreensão do veículo.

Website: http://www.webdespachantes.com.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.